Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Caixa divulga calendário de saques do FGTS inativo; confira

Poderão ser retirados os recursos das contas do fundo que não receberam depósitos a partir de 31 de dezembro de 2015

Por Marcela Mattos
Atualizado em 4 jun 2024, 19h49 - Publicado em 14 fev 2017, 11h21

A Caixa divulgou oficialmente, nesta terça-feira, o calendário de saques das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) que não receberam depósitos a partir de 31 de dezembro de 2015. O dinheiro poderá ser retirado a partir das datas do calendário, que levam em conta o aniversário do trabalhador (confira o cronograma abaixo). Em todos os casos, a data limite, independentemente do mês de aniversário, é em 31 de julho.

Em dezembro, o governo anunciou a nova regra que permitiria os saques de contas que ainda estavam ativas, mas não recebiam depósitos desde o fim de 2015. Pela regra antiga, só podiam ser sacados os recursos das contas que estavam paradas há pelo menos três anos, ou então sob condições especiais. A nova medida atinge 49,6 milhões de contas, que têm saldo total de 43,6 bilhões de reais. A Caixa estima que nova regra vá beneficiar 30,2 milhões de trabalhadores.

Horários especiais

A Caixa também anunciou que 1.891 agências serão abertas em alguns sábados, a partir do dia 18 de fevereiro, para tirar dúvidas e, posteriormente, também para os saques. O horário de atendimento nesses dias será das 9h às 15h.

Continua após a publicidade

Outra medida excepcional em fevereiro é que, entre os dias 15 e 17, todas as agências da Caixa abrirão duas horas mais cedo para atender exclusivamente o trabalhador interessado em sacar os recursos das contas inativas.

Recebimento

Para os clientes da Caixa que têm conta poupança individual, o crédito será realizado automaticamente. A partir de 10 de março, os recursos das contas inativas com saldo de até 1.500 reais poderão ser sacados no autoatendimento da Caixa usando a senha do Cartão do Cidadão. Já para valores entre 1.500 e 3.000 reais, será necessário que o trabalhador possua o Cartão do Cidadão e senha para pagamentos no autoatendimento.

Também é possível sacar os recursos das contas inativas de até 3.000 reais em unidades lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. Valores acima dessa faixa serão sacados exclusivamente nas agências da Caixa.

Continua após a publicidade

Caso o trabalhador não seja correntista da Caixa, ele poderá indicar uma conta de qualquer outro banco para depósito do dinheiro. Essa opção vale para qualquer valor a ser recebido, sem custo extra. Nesses casos, é necessário levar à Caixa o documento de identidade e a carteira de trabalho.

Para dar informações sobre as contas inativas do FGTS a Caixa criou uma página na internet (www.caixa.gov.br/contasinativas) e um serviço telefônico (0800-726-2017).

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.