Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cade determina investigação em frigoríficos arrendados pela JBS

As três plantas que serão alvo de diligência estão em Santa Fé do Sul (SP), Cassilândia (MT) e Cachoeira Alta (GO)

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) determinou a realização de diligências para averiguar os detalhes do processo de arrendamento de três frigoríficos da Rodopa e da Forte Empreendimentos pela empresa de alimentos JBS. A Superintendência-geral do órgão antitruste entendeu que o ato de concentração é “complexo” e, por isso, pediu uma avaliação de terceiros, segundo despacho publicado nesta sexta-feira no Diário Oficial da União.

O processo de investigação será realizado por uma figura judicial que não tem relação com o Cade. O objetivo é analisar com profundidade os fatos que não ficaram totalmente comprovados na documentação e para sanar algumas dúvidas sobre pontos relevantes do processo de aprovação.

O pedido de aprovação deu entrada no Cade em dezembro do ano passado e refere-se a três unidades de abate de bovinos e desossa em Santa Fé do Sul (SP), Cassilândia (MT) e Cachoeira Alta (GO).

Leia também:

JBS registra lucro de R$ 926,9 milhões em 2013

Executivos da JBS pagarão mais de R$ 900 mil em acordo com a CVM

Ministério Público deve denunciar J&F e Banco Rural à Justiça

Aquisição da Frinal – Nesta sexta-feira, o Cade também aprovou, sem restrições a compra do frigorífico avícola Frinal, de Garibaldi (RS) pela JBS Aves. O Conselho de Administração da JBS já havia aprovado a operação no final de janeiro, pelo valor de 103,5 milhões de reais, mas a transação dependia ainda do aval do órgão antitruste.

A Frinal está envolvida nas atividades de abate de frangos e comercialização de carne de frango in natura, além de atividades acessórias que compreendem a produção de ração para frangos, incubação de ovos e frango e plantel de frangos matrizes. Segundo justificativa enviada ao Cade, o Grupo J&F afirmou que a operação “representa uma boa oportunidade de negócio que permite à empresa fortalecer suas atividades de frangos no Estado do Rio Grande do Sul e de produção e comercialização de carne de frango in natura no mercado nacional”.

(com Estadão Conteúdo e agência Reuters)