Clique e assine a partir de 9,90/mês

Cade: decisão de reprovar compra da Garoto pela Nestlé será mantida pela justiça

Jornal havia divulgado que o órgão admitiu novo julgamento

Por Da Redação - 24 ago 2011, 12h25

O negócio vai completar dez anos no começo de 2012, mas ainda não há uma definição sobre a situação das empresas

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) divulgou uma nota à imprensa esclarecendo que sua decisão de reprovar a compra da Garoto pela Nestlé deve ser mantida pela Justiça, e que só haverá rejulgamento se uma decisão judicial definitiva assim o determinar.

O jornal Valor Econômico havia divulgado, em sua edição desta quarta-feira, que o órgão antitruste admitiu que pode realizar novo julgamento caso o TRF de Brasília vote a favor dessa diretriz. A votação deve ocorrer a partir de setembro. O jornal aponta que uma das saídas seria levar a questão aos conselheiros, sem esperar decisões em outras instâncias.

“Quando, e se houver decisão judicial definitiva, transitada em julgado, que determine o rejulgamento do caso, este Conselho adotará as providências cabíveis”, diz o comunicado. O negócio vai completar dez anos no começo de 2012, mas ainda não há uma definição sobre a situação das empresas. O caso está no Judiciário há seis anos.

Publicidade