Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

BTG faz registro para oferta pública de ações

Banco de André Esteves lançará papéis no Brasil e na bolsa global Euronext

Por Da Redação 1 mar 2012, 11h02

O Banco BTG Pactual informou oficialmente nesta quinta-feira sua decisão de realizar uma oferta global de ações. O banco protocolou junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) um pedido de registro da oferta pública de distribuição primária e secundária de certificados de depósito de valores mobiliários (Units), a ser realizada no Brasil e no exterior.

Segundo o fato relevante, as Units serão listadas e negociados na BM&FBovespa, sendo que as ações ordinárias e ações preferenciais serão admitidas à negociação no Nível 1 de Governança Corporativa da bolsa. A instituição financeira escrituradora e depositária (ou custodiante, conforme o caso) dos papéis é o Banco Bradesco.

O banco também anunciou que emitirá certificados de depósito (BDR) e fará uma oferta internacional de global depositary units (na bolsa Euronext) no exterior. Todas as ofertas serão realizadas simultaneamente.

Detalhes da oferta, como número de units a serem emitidas e cronograma da operação, ainda não foram divulgados pela instituição.

Histórico – O BTG pediu registro de companhia aberta em agosto de 2011, oito meses após ter vendido 18,65% de seu capital para um consórcio internacional formado por fundos soberanos de Cingapura e de Abu Dhabi, o fundo de pensão canadense Ontario Teachers (OTPP) e a J.C. Flowers, empresa de investimentos no setor financeiro, por 1,8 bilhão de dólares.

Na época, o BTG afirmou ter um patrimônio líquido de 4,4 bilhões de dólares. Com base no valor das ações envolvidas na compra do grupo chileno Celfin, no mês passado, o BTG teria atualmente um valor de mercado de cerca de 15 bilhões de dólares.

(Com Reuters e Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade