Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brazil Pharma pode chegar a quase mil lojas com Sant’ana

SÃO PAULO, 13 Fev (Reuters) – O mais recente movimento da Brazil Pharma para adquirir uma rede farmacêutica, deve garantir à holding de farmácias do BTG Pactual distância significativa em relação às suas rivais em termos de número de lojas.

A Brazil Pharma anunciou nesta segunda-feira um acordo para comprar -por meio de sua controlada Farmais- a totalidade da rede de farmácias baiana Sant’ana, por 347 milhões de reais em dinheiro e posterior emissão de 150 milhões de reais em ações.

A aquisição ainda depende de aprovação tanto dos acionistas da companhia quanto de órgãos regulatórios. Considerado o número de lojas, a holding do banco comandado por André Esteves deve se aproximar de 1.000 unidades no país.

A repercussão da notícia no mercado era positiva. Às 13h00, a ação da Brasil Pharma subia 3,3 por cento, a 8,20 reais, enquanto o Ibovespa avançava 1,68 por cento.

Em novembro passado, a Brazil Pharma anunciou a compra das redes Big Ben (por 293 milhões de reais) e Estrela Galdino (por 18 milhões de reais), nas regiões Norte e Nordeste do país, passando a contabilizar 872 lojas.

Segundo uma fonte do setor farmacêutico que pediu para não ser identificada, a rede Sant’ana conta com cerca de 100 lojas em operação, o que elevaria o total sob o guarda-chuva da Brazil Pharma a aproximadamente 972 unidades.

A Raia Drogasil, após unirem suas operações no segundo semestre de 2011, contabilizam 776 lojas no país, enquanto a Drogaria São Paulo, que adquiriu as redes Drogão e Pacheco, soma 691 unidades. A rede Pague Menos, por sua vez, possui 496 lojas.

COMPRA DA SANT’ANA

O primeiro pagamento a ser feito pela Brazil Pharma corresponde a 70 por cento do capital total da Sant’ana, sendo que 247 milhões de reais serão pagos à vista e 100 milhões serão retidos para garantir o pagamento de possíveis contingências, sendo o eventual saldo liberado após quatro anos.

Em seguida, “dentro do menor prazo possível”, a Farmais vai incorporar os 30 por cento restantes da Sant’ana, fazendo com os acionistas desta empresa se tornem sócios da Farmais.

Após incorporação da Sant’ana pela Farmais, a Brazil Pharma fará uma assembleia geral extraordinária (AGE) para aprovar a incorporação das ações e o patrimônio da própria controlada, “de forma a incorporar ao seu patrimônio a totalidade das ações de emissão da Farmais de titularidade dos vendedores”.

Isso representará um aumento de capital no montante de 150 milhões de reais da Brazil Pharma, mediante emissão de 15 milhões de ações a serem entregues aos vendedores, com restrições de negociações por três anos.

(Por Vivian Pereira)