Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil Travel pede aval da CVM para IPO

SÃO PAULO, 7 Dez (Reuters) – A Brasil Travel Turismo e Participações pediu aval da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para tornar-se companhia aberta e também para realizar uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

A operação, que envolve emissão primária (papéis novos) e secundária (ações detidas pelos atuais sócios), será coordenada pelo banco Credit Suisse, em parceria com o Barclays.

A FIP Dalty (fundo do Banco Modal) e sócios fundadores de 35 das empresas que fazem parte do grupo, entre agências de viagem e casas de câmbio, serão os acionistas vendedores na oferta secundária.

A companhia diz que será a maior do segmento de turismo do Brasil e da América Latina em vendas após a oferta, segundo o prospecto preliminar enviado à CVM. Em bases proforma, o grupo teve receita bruta de 339,9 milhões de reais e lucro líquido de 77,8 milhões milhões de reais nos primeiros nove meses deste ano.

A companhia, que diz ter unidades em Orlando e Nova York, planeja crescer organicamente e via aquisições, inclusive para fora do país, especialmente na Argentina, no Chile e no Uruguai.

Como está em fase préoperacional, a Brasil Travel teve que submeter ao órgão regulador um estudo de viabilidade do negócio.

O documento diz que 85 por cento dos recursos que devem ser levantados com a oferta primária serão usados para aquisições e abertura de novas lojas.

(Por Aluísio Alves; Edição Juliana Schincariol)