Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil fecha quase 1 milhão de vagas em 2015, aponta Caged

Saldo de postos fechados alcança 945.363 no acumulado dos onze primeiros meses. Em novembro, país cortou 130,6 mil vagas

O Brasil fechou 945.363 vagas formais de trabalho no acumulado dos onze primeiros meses deste ano, de acordo com informações do Ministério do Trabalho, divulgadas nesta sexta-feira. Em novembro, foram cortados 130.629 postos, o pior resultado para o mês da série histórica iniciada em 1992.

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do mês passado são resultado de 1,17 milhões de admissões e 1,30 milhões de demissões, na série sem ajuste. Foi o oitavo mês seguido de fechamento de vagas. Analistas consultados pela Reuters projetavam o fechamento de 162.000 empregos.

O resultado mensal foi muito inferior ao registrado em novembro do ano passado, quando o dado ficou positivo em 8.381 vagas pela série sem ajuste. No acumulado dos últimos doze meses, o país fechou 1,52 milhões de vagas.

No mês passado, o número de trabalhadores com carteira assinada atingiu 40,26 milhões. Há um ano, este número estava em 41,78 milhões de pessoas.

Entre os setores, no acumulado em onze meses, a indústria foi a que mais demitiu, com a perda de 414.075 vagas. Na sequência, aparecem construção civil (-309.226), o comércio (-183.348) e serviços (-97.570). As únicas áreas que elevaram o número de trabalhadores foram agricultura (+ 68.416) e administração pública (+9.336).

Leia também:

De saída, Levy diz que governo parece ter medo de reformas

Crise na siderurgia fecha 29 mil vagas em dois anos

(Com agências)