Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Brasil é o segundo país mais otimista com a economia local

Nível de otimismo do empresariado no país cresceu 12%

Por Da Redação - 9 abr 2012, 18h05

O número de empresários brasileiros otimistas com o cenário econômico alcançou 86% – nível que coloca o Brasil na segunda colocação no ranking mundial do International Business Report (IBR) 2012, da consultoria Grant Thornton International, divulgado nesta segunda-feira. O primeiro colocado é o Peru, com 90% de otimismo.

Em relação à pesquisa realizada no último trimestre, o nível de otimismo no Brasil cresceu 12%. “O governo tem mostrado que a política fiscal e monetária tem seguido na mesma linha cada uma cumprindo com seus compromissos. A única preocupação no momento é com o ritmo de crescimento, porém ainda sim isso não afeta as perspectivas das companhias no país”, diz Javier Martinez, responsável pelo IBR na América Latina.

O país em que o nível de otimismo mais cresceu foi a Tailândia, que passou de -52% no último semestre de 2011 para 8%. O estudo é feito com 11.500 empresas em 40 economias.

Entre os mais pessimistas estão algumas das economias europeias que mais foram castigadas pela crise, como Espanha (-71%) e Grécia (-52%). O Japão, amplamente afetado pelo tsunami e terremotos que ocorreram em março de 2011, também figura na lista de pessimistas.

Publicidade

Veja o ranking dos países:

Mais otimistas:

1º) Peru: 90%

2º) Brasil: 86%

Publicidade

3º) Emirados Árabes: 84%

4º) Filipinas: 82%

5º) Geórgia: 78%

6º) Índia: 74%

Publicidade

7º) Chile: 68%

8º) Alemanha: 64%

9º) México: 62%

Mais pessimistas:

Publicidade

1º) Espanha: -71%

2º) Japão: -53%

3º) Grécia: -52%

4º) França:-39%

Publicidade

5º) Bélgica: -36%

6º) Holanda: -24%

Publicidade