Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil dá primeiro passo para, enfim, ter caças suecos

Saab, Embraer e governo inauguram em Gavião Peixoto (SP) o centro de desenvolvimento onde serão montadas as aeronaves Gripen, destinadas à Aeronáutica

A Embraer e a sueca Saab inauguraram nesta terça-feira o que pode ser considerado o primeiro passo no plano de renovação dos caças brasileiros com os modelos suecos Gripen.

O Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (Gripen Design Development Network – GDDN), localizado em Gavião Peixoto (SP), será o centro de desenvolvimento tecnológico do Gripen no Brasil para a Saab, fabricante sueca do modelo, e a Embraer.

O local no interior paulista abrigará a produção do caça e os ensaios de voo das aeronaves. Ao todo, quinze das 36 aeronaves serão montadas no Brasil e entregues entre 2019 e 2024.

Segundo a Saab, a entrega do centro estava dentro do cronograma da empresa. “O GDDN é o maior projeto que já fizemos para transferência de tecnologia. Ele será onde a inteligência e a tecnologia da aeronave serão desenvolvidos juntos”, disse Hakan Buskhe, presidente da Saab.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, foi o representante do governo na inauguração. “Isso se tornará algo com certeza compartilhado entre Brasil e Suécia. Essa é uma enorme possibilidade e uma grande conquista”, afirmou Jungmann.

O centro de Gavião Peixoto também deverá funcionar como local de estudos e transferência da tecnologia nórdica para o país, onde cerca de 350 funcionários da Embraer e do Saab devem trabalhar.

De acordo com a Saab, 100 engenheiros brasileiros já estão na Suécia para um intercâmbio de tecnologia. Outros 250 devem ir até o final do projeto.

Projeto polêmico

Anunciado em dezembro de 2013, o contrato comercial com a Saab inclui a compra das aeronaves de combate, suporte logístico e aquisição de armamentos necessários à operação dos aparelhos. O contrato assinado prevê a transferência de tecnologia entre os dois países, o que possibilitará ao Brasil, segundo o Ministério da Defesa, deixar de ser comprador para se tornar fornecedor de aeronaves de combate de última geração.

Polêmicas, idas e vindas marcaram a escolha da fabricante. Os suecos concorreram com os americanos da Boeing e os franceses da Dassault, que chegaram a ser anunciados como vencedores pelo ex-presidente Lula, o que acabou não se confirmando

As estruturas dos caças serão montadas em uma planta em São Bernardo do Campo, berço político do ex-presidente Lula. A compra dos caças tornou-se alvo de investigações do Ministério Público Federal.

Os aviões suecos foram escolhidos pela Aeronáutica e pelo governo Dilma. O negócio estimado na época foi de 5,4 bilhões de dólares por 36 unidades do caça.

Investigação

O ministro da Defesa, porém, afirmou desconhecer as investigações do MPF sobre o negócio envolvendo o governo brasileiro e a empresa sueca. “Eu não tenho a informação de que há uma investigação. Mas se há, que todos sejam investigados e, se provado, punidos”, declarou Jungmann.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Roberto Michelson

    Parabéns a FAB e Embraer, espero que sejam 100 caças e não só 36. Este foi o único programa remanescente do governo Dilma que correu com transparecia e seriedade que trará frutos ao Brasil em termos de desenvolvimento tecnológico em um setor tão critico para o pais como o aeroespacial.

    Curtir

  2. Reconheço ser ESSE O ÚNICO movimento positivo e excepcional da nossa ex-angariadora de vento, comedora de aipim e de metas ao Léo, apesar dos motivos que a levaram a fazê-lo, mas o fez. Parabéns! De uma nova condição ao Brasil!

    Curtir

  3. A quem será paga a propina? finalmente vamos detonar os hermanos? não aguentamos mais levar tanta pêia do Boca, affe.

    Curtir

  4. NaRealidadde

    ESSES CAÇAS , NAO CAÇAM NEM PASSARINHO. A AUTONOMIA DE VOO DELES É BAIXISSIMA , SERVE SÓ PARA PAISES DO TAMANHO DA SUECIA. ESSES CAÇLAS, SE FICAREM BASEADOS NO RIO GRANDE DO SUL , TEM DE POUSAR 4 OU 5 VEZES PARA REABASTECER SE TIVER DE SER DESLOCADO PARA IR AO EXTREMO NORTE DO PAIS E AO CHEGAR LÁ, TEM DE REABASTECER DE NOVO. É PROCESSO DE SUCATEAR AS FORÇAS ARMADAS. POR OUTRO LADO, VENEZUELA TEM OS CAÇAS MAIS MODERNOS DO MUNDO, ORIUNDOS DA RUSSIA.

    Curtir

  5. O Roberto, você disse “programa transparente do governo Lula/Dilma. kkkkkkk. E a propina do apedeuta e seus comparsas ????

    Curtir

  6. Eric Gustavo De Souza

    Gente! Poucas vezes vi tanta coisa baboseira nos comentários! Vamos nos informar antes de sair “desinformando” aos demais! Este projeto é realmente um dos poucos avanços importantes acontecidos nos últimos dois anos!

    Curtir

  7. Eric Gustavo De Souza

    … A versão atual já é testada em combate desde 1997; e a nova versão, a que o Brasil comprou terá autonomia equivalente à do F18 Super Hornet, além de aviônica atualizada, o que inclusive o F18 nem o Rafale 3 ofereciam.

    Curtir