Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil assina acordo para cabo submarino com Angola

Estatal brasileira Telebrás calcula que ligação reduzirá em cerca de 80% custos de saída da internet da América do Sul para os continentes asiático e africano

A Telebrás e a Angola Cables assinaram, nesta sexta-feira, parceria para a construção conjunta de um cabo óptico submarino de 6 000 quilômetros ligando Brasil e Angola. Segundo a Telebrás, o cabo deverá ser lançado até o primeiro semestre de 2014 e ligará Fortaleza, no Ceará, a Luanda, capital angolana.

A estatal brasileira prevê que o novo cabo vai reduzir em cerca de 80% os custos com a saída de internet do Brasil e demais países da América do Sul para Ásia e África. Quando terminada, a obra permitirá que o tráfego de dados com os continentes asiático e africano deixem de passar, como ocorre atualmente, por Europa e Estados Unidos.

O valor do investimento na obra não foi divulgado. Segundo o presidente da Telebrás, Caio Bonilha, a intenção da companhia é publicar o edital de licitação em junho deste ano. “Vamos fazer uma licitação internacional e a partir daí teremos os valores”. A ideia, segundo o presidente da estatal, é que a ligação ajude a transmissão de dados da Copa do Mundo de 2014. O orçamento da Telebrás para cabos submarinos em 2012 é de 119 milhões de reais.

(Com agência Reuters)