Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

BP planeja 3 novas sondas no Golfo do México em 2012

Por Da Redação 30 abr 2012, 16h35

HOUSTON, 30 Abr (Reuters) – A BP tem cinco sondas de perfuração no Golfo do México, dois anos após o seu vazamento de petróleo em Macondo, e planeja adicionar mais três até o final de 2012, disse nesta segunda-feira o chefe de desenvolvimento da empresa.

Bernard Looney, vice-presidente executivo de desenvolvimento da BP em Londres, disse a executivos na Conferência de Tecnologia Offshore (OTC), a maior feira do setor no mundo, que ocorre anualmente, em Houston, que a perfuração incluirá a avaliação e o potencial exploratório dos poços.

Em outubro passado, os reguladores dos EUA concederam à BP a sua primeira licença para perfurar um novo poço desde o maior derramamento de petróleo na história dos EUA, que expeliu mais de 4 milhões de barris na bacia, em 2010.

O vazamento ocorreu após o poço de Macondo explodir, causando um acidente na sonda da Transocean que matou 11 homens.

A licença para um poço no campo de Kaskida da BP veio depois que os reguladores se mostraram satisfeitos com as práticas de segurança e padrões mais rigorosos da empresa após o derramamento.

Continua após a publicidade

Kaskida foi uma descoberta de 2006 que pode conter até 3 bilhões de barris de petróleo. As outras licenças são para os campos de Thunder Horse e Atlantis.

Na semana passada o CFO da ConocoPhillips, Jeff Sheets, disse a analistas que a operadora do campo Tiber – que é BP – está “antecipando” a avaliação do poço neste ano. A ConocoPhillips é parceira minoritária em Tibre.

A BP descreveu a descoberta Tibre no final de 2009 como “gigante” e disse que poderia ser comparável à de Kaskida.

A empresa tinha apontado a intenção de perfurar um poço de avaliação em Tiber em 2010, mas a proibição de perfuração após o derramamento de Macondo bloqueou esse plano.

( Reportagem de Kristen Hays)

Continua após a publicidade
Publicidade