Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bovespa quer isenção de IR para investidores de pequenas e médias empresas

Bolsa quer aumentar a captação de dinheiro de companhias que faturam até R$ 500 milhões por ano

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) pediu ao governo que conceda isenção do Imposto de Renda (IR) para compradores de ações de pequenas e médias empresas listadas no mercado de ações, informou nesta quinta-feira o presidente da bolsa, Edemir Pinto.

“Precisamos que haja compradores para esses papéis, porque a pequena e média empresa trará rentabilidade alguns anos à frente. A empresa precisa do dinheiro da captação para investir, crescer e dar os dividendos”, afirmou o executivo, após reunião com o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Pela proposta, seriam consideradas pequenas e médias empresas aquelas com faturamento de até 500 milhões de reais ao ano.

Pessoas físicas que investem na bolsa pagam 15% do IR sobre ganhos de capital nas ações. Empresas também pagam o tributo, mas valor varia de acordo com o regime de variedade de lucros (real ou presumido) e com o faturamento.

De acordo com o presidente da Bovespa, há hoje no Brasil cerca de 200 empresas de pequeno e médio porte preparadas para a abertura de capital em bolsa e mais um universo de 15 mil negócios com faturamento anual de até 500 milhões de reais em condições de também serem listados.

O executivo comentou que Mantega “foi receptivo e gostou muito do projeto”, mas não deu uma resposta imediata para a isenção do IR. Não há prazo para conclusão da análise da proposta pela área econômica da Fazenda.

Leia também:

Brasil é um dos piores países para empreender

Brasil terá mais de 2000 eventos sobre novos negócios até o final do mês

Brasileiro lança clube global de empreendedorismo

(com agência Reuters)