Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BOVESPA-Índice fecha “de lado” antes de decisão na Grécia

(Texto atualizado com mais informações e dados oficiais de fechamento da bolsa)

Por Roberta Vilas Boas

SÃO PAULO, 17 Fev (Reuters) – A bolsa brasileira encerrou o pregão desta sexta-feira próxima da estabilidade, com investidores a espera do anúncio de um acordo entre a Grécia e autoridades europeias, esperado para segunda-feira, sobre a liberação de mais uma parcela de financiamento para o país.

O Ibovespa teve leve alta de 0,09 por cento, a 66.203 pontos, maior nível de fechamento desde abril de 2011.

Na semana, o índice acumulou alta de 3,45 por cento. O giro financeiro desta sessão foi de 6,5 bilhões de reais.

As bolsas de Nova York também registravam variações baixas, com o índice Dow Jones em alta de 0,36 por cento, às 18h37 (horário de Brasília), e o S&P 500, com valorização de 0,22 por cento.

Segundo o economista Pedro Paulo da Silveira, da Tov Corretora, os mercados chegaram a operar em alta devido a expectativa positiva pelo acordo na Grécia, mas devolveram esses ganhos devido aos feriados tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil.

“As bolsas estavam subindo pela Grécia, mas colocaram um premiozinho por causa do feriado”, disse.

Nos EUA, os mercados não operam na segunda-feira, devido a um feriado local. Já no Brasil, a Bovespa não opera na segunda e na terça-feira devido ao Carnaval, e na quarta-feira de cinzas o pregão tem início às 13h.

“Na semana que vem vamos operar com uma defasagem em relação ao resto do mundo”, afirmou Silveira.

Nesta sessão, o destaque de alta ficou com a ação do Pão de Açúcar, com ganhos de 5,68 por cento, a 79,20 reais, seguindo a divulgação de resultados melhores que o esperado pelo mercado no quarto trimestre de 2011.

Na outra ponta, MRV teve a maior queda do índice, com perdas de 5,74 por cento, a 14,44 reais, sendo seguida por Hypermarcas, com recuo de 3,77 por cento, e JBS , com queda de 3,03 por cento.

Entre as blue chips, a preferencial da Petrobrasteve ganhos de 0,71 por cento, a 24,05 reais, enquanto a da Valerecuou 0,87 por cento, a 41,99 reais.

Fora do índice, a Lupatech, que subiu 13,85 por cento, a 5,92 reais, com notícias publicadas pelo jornal O Estado de S. Paulo de que a Odebrecht estaria “de olho” na empresa.

A informação, porém, foi negada pela Odebrecht na tarde desta sexta-feira.

Após o fechamento a Lupatech informou que o acordo celebrado entre BNDESPAR, Petros, GP Investiments e San Antonio Internacional para o aumento de capital de até 700 milhões de reais e a incorporação da San Antonio Brasil será celebrado no prazo de três semanas.(Edição de XXX)