Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BOVESPA-Índice cai com menor meta de crescimento da China

SÃO PAULO, 5 Mar (Reuters) – A Bovespa operava no vermelho nesta segunda-feira, refletindo o pessimismo do mercado após a China ter reduzido sua meta de crescimento para este ano, pressionando ações como a da Vale.

Às 13h09, o Ibovespa caía 1,18 por cento, a 66.981 pontos. O giro financeiro do pregão era de 2,17 bilhões de reais.

Em Nova York, os índices também caíam, mas em menor intensidade. O Dow Jones recuava 0,4 por cento, enquanto o S&P 500 perdia 0,47 por cento.

O premiê da China, Wen Jiabao, anunciou um corte na meta de crescimento do país, para 7,5 por cento, o menor nível em oito anos, e fez do estímulo à demanda do consumidor a prioridade do ano, uma vez que Pequim deseja eliminar a dependência da demanda externa e de capital estrangeiro.

“O fato de reduzir a meta mostra que a China está lidando com uma desaceleração; para o nosso mercado, que está muito ligado a commodities, isso não é uma boa notícia”, afirmou a economista-sênior da Tendências Consultoria, Alessandra Ribeiro.

Como resultado, os papéis ligados a matérias-primas tinham fortes quedas. A preferencial da Vale recuava 2,4 por cento, a 42,25 reais.MMX caía 2,6 por cento, a 9,71 reais.

A preferencial da Petrobras, por sua vez, caía 2,00 por cento, a 24,80reais, com o recuo do preço do petróleo.

Na contramão, a preferencial da siderúrgica Usiminassubia 3,1 por cento, a 12,56 reais, influenciada pela possibilidade de que o Senado aprove o fim de benefícios de importação no setor.

JBS ganhava 3,2 por cento, a 8,33 reais.(Por Roberta Vilas Boas e Asher Levine; Edição de Aluísio Alves)