Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BOVESPA-Grécia e Petrobras decepcionam e pressionam índice

SÃO PAULO, 10 Fev (Reuters) – O principal índice da Bovespa operava em baixa de cerca 2 por cento nesta sexta-feira, influenciada pelas notícias negativasda Grécia e pelo resultado decepcionante da Petrobras no quarto trimestre de 2011.

Às 13h09, o Ibovespa tinha queda de 2,06 por cento, a 64.179 pontos. O giro financeiro do pregão era de 3,3 bilhões de reais.

Nos mercados externos, o comportamento também era de queda. O índice europeu FTSEurofirst cedia 1,03 por cento, e o norte-americano Dow Jones recuava 1,04 por cento.

O acordo na Grécia não eliminou o ceticismo nos mercados globais sobre o risco de um default desordenado do país, com os ministros de Finanças da zona do euro exigindo mais ações e alertando que não haverá aprovação imediata de um novo resgate financeiro enquanto Atenas não se garantir.

No plano doméstico, o péssimo desempenho das ações da Petrobras pressionava ainda mais o Ibovespa. A preferencialtinha queda de 6,55 por cento, a 23,83 reais, enquanto a ordinária recuava 7,1 por cento, a 25,58 reais.

A companhia teve lucro líquido de 5,05 bilhões de reais no quarto trimestre, queda de 52,4 por cento ante igual período de 2010, abaixo da expectativa de analistas ouvidos pela Reuters, que estimaram ganhos de 9,2 bilhões de reais.

Outras ações de peso no índice também contribuiam para a queda. A preferencial da Vale tinha baixa de 2,1 por cento, a 42,49 reais. OGX declinava 1,8 por cento, a 16,99 reais.

Entre as poucas altas, o destaque era o setor de energia elétrica. A ordinária da Eletrobras tinha a maior alta, de 3,45 por cento, a 18,88 reais. Cesp, com alta de 3,1 por cento, a 36,92 reais.(Por Roberta Vilas Boas; Edição de Aluísio Alves)