Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas europeias fecham perto de máximas nesta 5ª feira

FTSE Eurofirst 300 fechou em alta de 0,35%, para 1.102,17 pontos; no pregão anterior, o dado havia atingido seu mais alto patamar desde agosto

As ações europeias fecharam perto das máximas em 33 semanas nesta quinta-feira, com novos sinais de crescimento dos Estados Unidos. O otimismo na maior economia do mundo melhorou o sentimento dos investidores em relação ao mercado de ações global. Desta maneira, o FTSE Eurofirst 300, índice das principais ações europeias, fechou em alta de 0,35%, para 1.102,17 pontos depois de atingir seu mais alto patamar desde agosto na sessão anterior.

Estatísticas mostraram que novos pedidos por auxílio-desemprego nos EUA recuaram para a mínima em quatro anos na semana passada. Dados sobre produtos manufaturados, por sua vez, também melhoraram, o que se somou às recentes informações positivas da Alemanha, que sugerem que a economia global está lentamente se recuperando.

“A ampla liquidez fornecida pelo Federal Reserve e pelo Banco Central Europeu criou uma rede de segurança no mercado acionário, que também está recebendo apoio de números econômicos em processo de estabilização”, disse Giuseppe-Guido Amato, estrategista na corretora alemã Lang & Schwarz. “Vejo um potencial de alta de cerca de 5% no DAX até o final de abril”, disse, referindo-se ao índice alemão, que avançou 0,92% nesta quinta-feira e tem valorização de mais de 20% neste ano, após ter caído 14,7% em 2011.

Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,44%, para 3.580 pontos; desempenho próximo do visto em Madri, onde Ibex-35 avançou 0,42%, para 8.426 pontos. O mercado acionário italiano mostrou performance um pouco melhor, com o índice Ftse/Mib valorizando-se 0,85%, para 16.993 pontos.

Já em Londres, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,08%, a 5.940 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 encerrou em queda de 0,44 por cento, para 5.592 pontos.

(com Reuters)