Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas europeias fecham em alta após balanços

Por Renan Carreira

Londres – As bolsas europeias fecharam em alta nesta quarta-feira, puxadas pelos bancos, como o BBVA, na sequência da divulgação de resultados sólidos. O índice Stoxx Europe 600 terminou a sessão com avanço de 1,02%, aos 256,96 pontos, ampliando os ganhos em meio à alta das ações nos EUA, após o surpreendente balanço da Apple.

Entre os maiores avanços do Stoxx Europe 600, o suíço Temenos Group saltou 18,7% após seus papéis serem mais bem avaliados pelo Barclays Capital.

Os bancos ganharam terreno na Europa. Na Espanha, o BBVA subiu 2,2% após a instituição reportar um ligeiro declínio no lucro do primeiro trimestre, porém acima das previsões. Bankinter saltou quase 7% depois de reportar um aumento de 1,8% no lucro do primeiro trimestre, sinalizando que o banco está protegido dos problemas do setor financeiro do país.

Em Madri, o índice Ibex 35 subiu 1,70%, a 7.118,90 pontos, puxado pela Actividades de Construccion y Servicios (+6,3%) e Abertis Infraestructuras, que registrou alta de quase 4%.

Na França, os bancos ajudaram a elevar o índice CAC 40, da Bolsa de Paris, que fechou em alta de 2,02%, para 3.233,46 pontos. Société Générale subiu 7,3%, BNP Paribas avançou 5,6% e Crédit Agricole registrou ganho de 5,9%. STMicroelectronics subiu 1,8% após ter seus papéis mais bem avaliados pelo Société Générale. Alcatel-Lucent avançou 5,2% com os investidores animados pelo balanço da Apple.

Em Londres, o índice FTSE avançou 0,16%, a 5.718,89 pontos, com os ganhos enfraquecidos após o Reino Unido entrar em recessão no primeiro trimestre deste ano, uma vez que a austeridade e a fraca demanda por suas exportações para a zona do euro cobraram seu tributo. O PIB encolheu 0,2% nos três meses encerrados em março, após contração de 0,3% no trimestre final de 2011. Um país está tecnicamente em recessão após dois trimestres consecutivos de queda na produção.

As mineradoras, no entanto, registraram fortes ganhos. Vedanta Resources subiu 4,3%, Fresnillo avançou 3,4% e Kazakhmys teve alta de 3%. Por outro lado, GlaxoSmithKline recuou 3% após resultados desapontadores no primeiro trimestre.

Na Bolsa de Frankfurt, o índice DAX subiu 1,73%, fechando a 6.704,50 pontos. Commerzbank teve alta de 1,7%, com as ações do banco se recuperando pela Europa após o BBVA reportar resultados encorajadores na Espanha. K+S avançou 4,4% depois de seu concorrente americano Mosaic elevar as projeções para o quarto trimestre. Lufthansa ganhou 3,8% após a tripulação de sua subsidiária Austrian Airlines concordar com as medidas de economia de custos.

Na Itália, o FTSE MIB avançou 2,91%, para 14.606,43 pontos. Em Portugal, o índice PSI 20, da Bolsa de Lisboa, registrou alta de 1,02%, para 5.192,55 pontos. As informações são da Dow Jones.