Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas europeias fecham com fortes quedas

As principais bolsas europeias fecharam com fortes quedas nesta segunda-feira, com destaque de baixa para as ações de bancos e com investidores apostando em um resgate da Espanha e na saída da Grécia do euro.

A Bolsa de Frankfurt perdeu 3,18% e fechou aos 6.419,33 pontos, derrubada pelos valores bancários, que chegaram a perder 6%, como no caso do Commerzbank, e mais de 4,5% como no caso do Deutsche Bank.

Em Paris, o CAC 40 perdeu 2,89% e fechou aos 3.101,53 pontos.

Em Londres, o FTSE-100 recuou 2,09%, para 5.533,87 pontos.

O IBEX 35 da Bolsa de Madri, por sua vez, fechou em queda de 1,1%, a 6.177,4 pontos, reduzindo as perdas, que chegaram a superar os 5%, depois que a autoridade reguladora proibiu por um período de três meses as vendas a descoberto, altamente especulativas.

A Bolsa de Milão, por sua vez, recuou 2,76%, a 12.706 pontos, depois de limitar as perdas ao término da sessão. O órgão regulador italiano também proibiu as vendas a descoberto. Entre os destaques da sessão estiveram UBI Banca, que perdeu 5,66%, e Banca Monte dei Paschi di Siena, que subiu 4,01%.

Já na Bolsa de Atenas, o índice Athex perdeu 7,1% e o índice bancário caiu 9,82%. O principal banco do país, o Banco Nacional da Grécia, caiu 11,29%, o Alpha bank perdeu 9,17%, o Eurobank recuou 10,9% e o Banco del Pireo fechou em queda de 9,59%.