Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas de Nova York fecham perto da estabilidade

Por Gustavo Nicoletta

Nova York – Os principais índices do mercado de ações dos EUA fecharam mistos e perto da estabilidade, com investidores adotando uma postura defensiva antes da divulgação dos dados sobre o mercado de trabalho norte-americano, na sexta-feira, e aguardando mais detalhes sobre os planos de reforma na zona do euro.

Hoje, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, disse durante um pronunciamento que os países do bloco monetário precisam elaborar rapidamente um “novo pacto fiscal” e que esse é “o elemento mais importante para restaurar a credibilidade” na região. Ele também afirmou que “outros elementos podem vir em seguida, mas que a ordem (dos fatores) importa”.

Essa última declaração foi interpretada pelo mercado como um sinal de que o BCE pode aumentar sua intervenção se os países da zona do euro fortalecerem as regras orçamentárias do bloco, o que pode acontecer na semana que vem, no dia 9, durante uma reunião de cúpula europeia.

Algumas horas antes do encerramento do pregão norte-americano, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, afirmou que pretende apresentar juntamente com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, uma série de propostas para solucionar a crise de confiança nas dívidas da zona do euro na segunda-feira. Entre as medidas, estariam sanções automáticas aos países que não respeitarem as regras orçamentárias do bloco monetário.

“Vamos chamar o dia de hoje de Dia da Digestão”, disse Bill Stone, estrategista-chefe de investimentos da PNC Wealth Management. “Estamos todos esperando notícias significativas para saber se a Europa terá integração fiscal. Os problemas de solvência e de recapitalização bancária ainda estão por lá.”

O Dow Jones caiu 25,65 pontos, ou 0,21%, para 12.020,03 pontos. O Nasdaq subiu 5,86 pontos, ou 0,22%, para 2.626,20 pontos. O S&P 500 recuou 2,38 pontos, ou 0,19%, para 1.244,58 pontos.

As ações do setor financeiro estavam entre os destaques da sessão depois de a procuradora-geral de Massachusetts, Martha Coakley, ter entrado com um processo contra cinco instituições financeiras acusando-as de empregar métodos ilegais para a execução de hipotecas. O JP Morgan Chase, um dos alvos do processo, caiu 1,7%. O Citigroup, que também foi mencionado, perdeu 1,8%.

O setor de tecnologia foi na direção oposta. As ações da Apple subiram 1,5% depois de analistas do JP Morgan elevarem as estimativas de lucro e receita da companhia. O Yahoo avançou 3,3% depois de a rede de notícias Bloomberg News afirmar que o Alibaba Group Holding e o Softbank estão negociando com o Blackstone Group e a Bain Capital para adquirir uma fatia na companhia. As informações são da Dow Jones.