Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas da Ásia apresentam forte recuperação; HK +4,2%

Por Ricardo Criez e Roberto Carlos dos Santos

Tóquio – As esperanças de que os dirigentes europeus possam encontrar uma solução para conter a crise da dívida na zona do euro animaram as bolsas asiáticas. A alta em Wall Street e a presença de investidores em busca de ofertas de ocasião também pesaram para os resultados nos mercados da região. A Bolsa de Manila, nas Filipinas, permaneceu fechada por causa da passagem do tufão Nesat.

Com a maior alta porcentual diária em mais de dois anos, a Bolsa de Hong Kong teve forte recuperação. O índice Hang Seng subiu 722,75 pontos, ou 4,2%, e encerrou aos 18.130,55 pontos – o índice teve perdas de 8,5% nas últimas quatro sessões.

Os caçadores de pechinchas marcaram presença nas Bolsas da China, mas os ganhos acabaram limitados pelas preocupações sobre a liquidez do mercado e as incertezas sobre as previsões econômicas globais. O índice Xangai Composto ganhou 0,9% e fechou aos 2.415,05 pontos. O índice Shenzhen Composto subiu 0,4% e terminou aos 1.047,68 pontos.

O yuan se valorizou sobre o dólar, com o fortalecimento do euro em relação à moeda norte-americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,3992 yuans, de 6,4006 yuans ontem.

O apetite dos investidores estrangeiros fez disparar a Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, que teve a maior alta porcentual diária desde janeiro de 2009. O índice Kospi avançou 5,02% e encerrou aos 1.735,71 pontos.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, encerrou em alta, recuperando-se da menor pontuação em dois anos registrada na segunda-feira. O mercado seguiu os ganhos de Wall Street, advindos da redução nas preocupações com a crise da dívida na zona do euro. O índice Taiwan Weighted avançou 3,09% e terminou aos 7.089,95 pontos, liderado pelas ações dos setores financeiro e de tecnologia.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney também fechou no azul. Os quatro maiores bancos locais seguiram seus pares norte-americanos e ajudaram no resultado positivo. O índice S&P/ASX 200 subiu 3,64% e encerrou aos 4.004,60 pontos – maior alta diária desde 8 de dezembro de 2008.

A Bolsa de Cingapura seguiu as asiáticas e terminou em alta. O índice Straits Times subiu 2,7% e fechou aos 2.725,91 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 4,8% e fechou aos 3.473,94 pontos, recuperando-se após seis sessões de perdas, com aquisições de fundos estrangeiros e a valorização da rupia.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, recuperou parte das fortes perdas das últimas três sessões seguindo o avanço nos mercados globais e subiu 4,7%, para fechar aos 946,62 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, avançou 2,4% e fechou aos 1.364,20 pontos. As informações são da Dow Jones