Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BOLSA EUA-Índices operam em queda após PIB dos EUA

(Texto atualizado com mais informações)

Por Edward Krudy

NOVA YORK, 27 Jan (Reuters) – As bolsas de valores dos Estados Unidos operavam em baixa nesta sexta-feira, após a divulgação de que a economia do país cresceu menos que o esperado no quarto trimestre, enquanto os fracos balanços de Ford e Procter & Gamble e as preocupações com a crise de dívida na zona do euro também pesavam no mercado.

Às 14h42 (horário de Brasília), o índice Dow Jonescaía 0,68 por cento, a 12.647 pontos, enquanto que o Standard and Poor’s 500 tinha desvalorização de 0,38 por cento, a 1.313 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq tinha variação positiva de 0,11 por cento, a 2.808 pontos.

O Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos cresceu no ritmo mais rápido em um ano e meio no quarto trimestre de 2011, segundo o Departamento do Comércio, mas não atingiu as previsões. Uma grande reconstrução de estoques e um fraco gasto com bens de capital sugeriram um crescimento menor neste ano.

“Os números do PIB desta sexta-feira, embora positivos, indicam que a economia não está indo tão bem e a política extrema do chairman (do Federal Reserve, Ben) Bernanke pode ser de fato necessária”, afirmou o estrategista-chefe de mercado na RDM Financial, Michael Sheldon, em Westport, Connecticut.

“Eu não ficaria surpreso vermos alguma realização de lucro a qualquer hora, dado o recente rali que tivemos.”

As ações da Ford Motor Co caíam 5,5 por cento, para 12,04 dólares, após a fabricante de automóveis reportar um lucro menor do que o esperado no quarto trimestre, com custos de commodities mais altos e perdas na Europa e na Ásia.

A Procter & Gamble apurou uma queda de 49 por cento no lucro trimestral decorrente de encargos contábeis e alertou que, em função do dólar forte, o lucro deste ano será menor que o previsto.

A Chevron Corp reportou lucros mais baixos, com o aumento dos gastos em projetos de petróleo e gás e perdas nas operações em refinarias ofuscando ganhos com os preços mais altos do petróleo. As ações da companhia caíam 2,4 por cento, a 104,01 dólares.

Autoridades financeiras da zona do euro mostraram-se otimistas quanto a um acordo para reverter um iminente default desordenado na Grécia. Além disso, importantes peças para resolver a crise da dívina soberana estão gradualmente se encaixando.

REUTERS NC JCG