Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BOLSA EUA-Índices caem pelo 2o dia seguido por dados de trabalho

(Texto atualizado com informações após o fechamento)

Por Rodrigo Campos

NOVA YORK, 19 Abr (Reuters) – Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em baixa pelo segundo dia seguido nesta quinta-feira, com dados do mercado de trabalho denotando enfraquecimento, além de um alerta da tecnológica Qualcomm e resultados desanimadores da companhia Stanley Black & Decker terem desencorajado investidores.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,53 por cento, para 12.964 pontos. O índice Standard & Poor’s 500 teve desvalorização de 0,59 por cento, para 1.376 pontos. E o termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,79 por cento, para 3.007 pontos.

O Dow Jones e o S&P 500 conseguiram reduzir suas perdas quase à metade nas últimas horas do pregão.

A ação da Apple, que fechou em baixa de 3,4 por cento, para 587,44 dólares, também contribuiu para as perdas registradas ao longo do dia, assim como as preocupações novamente fortes com as finanças da Europa.

Os yields (rendimentos) de bônus do governo espanhol cresceram após um desalentador leilão de títulos da dívida, com os yields de bônus franceses em alta ainda por conta de conversas sobre o possível rebaixamento do rating de crédito do país, e que mais tarde se provaram falsas.

O papel da tecnológica Qualcomm liderou as ações do setor em terreno negativo, fechando em queda de 6,6 por cento um dia após a empresa dizer que está tendo dificuldades em atender à demanda por alguns de seus chips.

A ação da industrial Stanley Black & Decker, por sua vez, teve recuo ainda maior, de 7,1 por cento, liderando as perdas entre os papéis de sua área de atuação, que registrou a segunda pior performance entre os dez setores incluídos no S&P 500.

As perdas ocorrem em meio a um forte início da temporada norte-americana de balanços, confirmado nesta quinta-feira por resultados melhores do que o esperado de Bank of Americae Morgan Stanley.

Das 105 empresas incluídas no S&P 500 que divulgaram seus resultados até o momento, 81,9 por cento superaram as expectativas de analistas, de acordo com dados da Thomson Reuters.

“Apesar do tom positivo dos balanços, alguns importantes dados econômicos têm perdido fôlego e isso colocou em dúvida se esse é apenas um momento de fraqueza ou algo maior”, disse o estrategista de mercado do Prudential Financial Quincy Krosby.

REUTERS BBF FR