Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BOLSA EUA-Índices avançam pelo terceiro dia, de olho na Europa

(Texto atualizado a partir do terceiro parágrafo)

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK, 7 Dez (Reuters) – Esperanças de que a zona do euro encontrará uma solução para sua atual crise permitiu que as ações tivessem mais um dia de ganhos nos Estados Unidos, em um dia de giro financeiro fraco.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, avançou 0,38 por cento, para 12.196 pontos. O índice Standard & Poor’s 500 teve valorização de 0,20 por cento, para 1.261 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,01 por cento, para 2.649 pontos.

Países da zona do euro devem votar na sexta-feira um acordo delineado por Alemanha e França cuja meta é endurecer o controle fiscal de Estados-membros.

Há semanas o mercado acionário e outros têm se mantido vinculados às notícias sobre a crise da dívida soberana de países da zona do euro. Espera-se que os mercados tornem-se cada vez mais voláteis conforme novos detalhes são vazados com a aproximação da reunião de cúpula. Operadores estão buscando posicionar-se antes de um agravamento da crise ou de um plano claro e gerenciável para mantê-la sob controle.

“Estamos em modo de espera, aguardando para ver se eles conseguem um acordo na União Europeia”, disse Ben Willis, diretor de operações viva-voz da Sunrise Securities, em Nova York. “Tudo que buscamos é progresso, não queremos nada perfeito, não esperamos a solução final”.

Companhias do setor financeiro ficaram entre as que apresentaram melhor performance, com a ação do JPMorganregistrando alta de 2,3 por cento. O componente financeiro do S&P avançou 1,2 por cento.

O giro financeiro foi fraco, com aproximadamente 7 bilhões de ações trocando de mãos na Bolsa de Nova York, a NYSE Amex e a Nasdaq, abaixo da média móvel de 7,95 bilhões.

O mercado permaneceu agitado por conta do histórico de cúpulas da UE anteriores que desapontaram investidores. Comentários de que Berlim está cada vez mais pessimista sobre um acordo, feito por uma autoridade alemã nesta quinta-feira, afetaram o mercado mais cedo na sessão.

REUTERS PJ SC