Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BNDES deve investir R$ 150 bilhões em 2012, diz Coutinho

Valor ainda é inferior ao que foi investido em 2010: 164,4 bilhões de reais

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) projeta desembolsar 150 bilhões de reais em investimentos neste ano. A informação foi prestada nesta segunda-feira pelo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, que participa do seminário “Ações do BNDES no estágio atual da economia brasileira”, promovido em São Paulo pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). Em 2011, os aportes do banco ficaram em 139,7 bilhões de reais, ou 17% inferiores ao número de 2010, quando alcançaram recorde de 164,4 bilhões de reais.

Ele destacou, porém, que o BNDES não tem uma meta para empréstimos. “Quero ressaltar aqui, principalmente para a imprensa, que nós não temos uma meta”, declarou Coutinho, acrescentando que o valor poderá sofrer alterações para cima ou para baixo. A previsão é feita com base na carteira do banco.

Pequenas empresas – Coutinho ainda disse que os financiamentos para capital de giro para as micro e pequenas empresas cresceram 50% no primeiro semestre. O presidente do BNDES ainda afirmou que a instituição é “injustiçada” ao ser alvo de críticas de que não financia micro e pequenas empresas. Segundo ele, já foram emitidos 565 mil cartões de crédito para o setor.

“Estamos com 96,5% do território nacional atendido”, disse o presidente do BNDES, explicando que a ideia é atender 100%. O Estado de São Paulo, disse Coutinho, já está totalmente coberto com crédito a micro e pequenas empresas.

Para as empresas médias, de acordo com Coutinho, o BNDES elevou em 10 bilhões de reais o Progeren, programa do banco para financiar capital de giro para as médias empresas. “As grandes e pequenas conseguiam empréstimos e as médias ficavam no meio do sanduíche”, disse. Outro papel do BNDES, segundo Coutinho, é apoiar os projetos de infraestrutura do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

(Com Agência Estado)