Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bitcoin: Goldman Sachs negociará criptomoedas, diz agência

Banco de investimentos é um dos gigantes do setor financeiro americano; em novembro, CEO da empresa disse que bitcoin poderia ser uma 'bolha'

O banco de investimentos americano Goldman Sachs está montando uma equipe para operar com moedas virtuais, como o bitcoin. A informação é da agência de notícias Bloomberg. O início das operações com ativos desse tipo está previsto para acontecer até, no máximo, junho de 2018, segundo duas fontes ouvidas pela reportagem.

Um porta-voz da instituição, Michal DuVally disse em nota à agência que “em resposta ao interesse dos clientes em moedas digitais, nós estamos explorando como melhor servi-los”. Segundo a reportagem, há pendências de segurança e outras barreiras operacionais a serem superadas, como a custódia dos ativos.

A instituição financeira é uma das gigantes do setor financeiro americano e administra cerca de 1,45 trilhão de dólares (4,8 trilhões de reais) em investimentos — o equivalente a 77% do PIB brasileiro em 2016. Com o negócio, a empresa se tornará a primeira grande em Wall Street (Nova York) a lidar com esse tipo de ativo.

O CEO do Goldman Sachs, Looyd Blankfein, disse em novembro que não gostava do bitcoin e que a criptomoeda poderia ser uma “bolha”. “Sou como um cachorro velho para tentar absorver esse novo tipo de truque”, disse em entrevista à rede CNBC.

A criptomoeda passou a ser negociada em duas bolsas de Chicago nas últimas semanas. A moeda virtual é negociada a 16.620 dólares (53.803 reais) nesta sexta-feira, segundo o índice divulgado pela bolsa de Nova York.