Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barril do Texas fecha em queda

Nova York, 25 jun (EFE).- O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) para entrega em agosto fechou nesta segunda-feira em baixa de 0,68%, cotado a US$ 79,21 por barril, pressionado pela alta do dólar e pelos renovados temores sobre a situação econômica na Europa.

Ao término do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de futuros do WTI caíram US$ 0,55 em relação ao preço de fechamento de sexta-feira, e encadearam três pregões seguidos abaixo do nível de US$ 80.

A queda do barril do Texas foi influenciada pela revalorização da moeda americana frente a outras moedas, como o euro – que nesta segunda-feira era cotado a US$ 1,2496, comparado com o US$ 1,2570 do pregão anterior -, o que pressionava para baixo os contratos de futuros das matérias-primas que, como o petróleo, são negociados em dólares.

A alta do dólar ocorria após o ministro de Economia da Espanha, Luis de Guindos, ter enviado ao presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, a carta em que pede ‘assistência financeira’ para poder receber a linha de crédito de até 100 bilhões de euros que a zona do euro pôs à disposição de Madri no último dia 9.

Os contratos de gasolina com vencimento em julho subiram US$ 0,08 e fecharam cotados a US$ 2,64 por galão (3,78 litros), enquanto os de gasóleo para calefação também para entrega em julho permaneceram estáveis e voltaram a encerrar aos US$ 2,53 por galão.

Já os contratos de gás natural com vencimento em julho avançaram US$ 0,07 e terminaram o pregão negociados a US$ 2,69 por cada mil pés cúbicos. EFE