Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Banco Central Europeu não renovará algumas medidas de estímulo econômico

O BCE deve manter a taxa de juros a 1% na próxima semana e analistas não esperam mudanças até fins de 2011

O Banco Central Europeu (BCE) decidiu não renovar algumas medidas de estímulo econômico que vencem no fim do ano, afirmou Juergen Stark, membro do Conselho Executivo do banco, nesta terça-feira.

“Nós estamos no processo de retirar as medidas extraordinárias. Nesta semana e no quarto trimestre de 2010, uma série de medidas extraordinárias vencerá, e elas não serão renovadas”, disse Stark em uma conferência organizada pelo banco central da Turquia.

O BCE está permitindo que empréstimos de longo prazo, acima de 12 meses, expirem e substituindo-os por operações de curto prazo.

O banco renovou em setembro sua política de emprestar aos bancos fundos ilimitados por mais de três meses até janeiro de 2011, mas deixou claro que quer uma redução gradual de empréstimos emergenciais em algum momento.

Os bancos estão se preparando para pagar ao BCE 225 bilhões de euros de fundos de doze, seis e três meses no dia 30 de setembro – mais de um terço dos empréstimos extraordinários do banco. No entanto, analistas avaliam que os bancos devem emprestar 90% dos fundos novamente dentro de três meses.

O BCE deve manter a taxa de juros a 1% na próxima semana e analistas não esperam mudanças até fins de 2011.

(Com agência reuters)