Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Balança comercial registra o primeiro superávit do ano em março

Exportações brasileiras superaram as importações em US$ 458 milhões, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

Por Da Redação 1 abr 2015, 15h33

As exportações brasileiras superaram as importações em 458 milhões de dólares em março, segundo dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), nesta quarta-feira. Foi o primeiro mês do ano que as transações comerciais tiveram superávit, ou seja, houve mais vendas do que compras do exterior. Também foi o melhor resultado para o mês desde março de 2012, quando houve saldo comercial positivo de 2 bilhões de dólares.

Em janeiro, a balança comercial registrou déficit de 3,17 bilhões de dólares e, em fevereiro, o resultado ficou negativo em 2,84 bilhões de dólares. Em março do ano passado, a balança teve um superávit de 118 milhões de dólares.

O saldo positivo superou o teto das expectativas de mercado, que apontavam para um déficit comercial de 450 milhões de dólares a um superávit de 100 milhões de dólares, de acordo com levantamento feito pela Agência Estado, com 21 instituições. A mediana das estimativas apontava para um déficit de 400 milhões de dólares.

Segundo o governo, as exportações recuaram 16,8% em março, na comparação com o mesmo período do ano passado, por conta da retração das vendas de básicos (-29,7%) e manufaturados (-6,1%). Já os produtos semimanufaturados registraram avanço de 8,8% no mês passado.

Do lado das importações, houve queda de 18,5% na comparação com março do ano passado. Os combustíveis e lubrificantes registraram queda de 28% nas importações, as matérias-primas e intermediários de 18,8%, os bens de capital de 16,3% e os bens de consumo de 13,7%.

Leia mais:

Saldo da balança comercial é o pior da história para meses de fevereiro

Continua após a publicidade

Setor público economiza R$ 21,1 bi em janeiro para pagar dívidas

Economia para pagar juros da dívida em janeiro é a menor desde 2009

Trimestre – No acumulado do primeiro trimestre, a balança continua no vermelho, com déficit de 5,55 bilhões de dólares. As exportações somaram 42,77 bilhões de dólares no primeiro trimestre deste ano e as importações totalizaram 48,33 bilhões de dólares. No ano passado, o déficit no primeiro trimestre do ano foi maior, de 6,07 bilhões de dólares.

Apesar do resultado negativo no acumulado do ano, o diretor de estatística e apoio à exportação do MDIC, Herlon Brandão, disse que o governo continua com a expectativa de superávit para o ano. No entanto, não há uma estimativa do ministério para o tamanho desse saldo positivo esperado para 2015. “A tendência é de haver superávits comerciais nos próximos meses. O comportamento esperado é de queda nas duas pontas, com redução maior das importações”, projetou.

Para Brandão, o déficit no começo do ano foi muito influenciado pela queda nos preços de commodities, como minério de ferro e petróleo, que detêm parcela significativa da pauta de exportações brasileira. “Por outro lado, o dólar no curto prazo aumenta a rentabilidade para o exportador. A alta do dólar ajuda a mitigar a queda nos preços de commodities”, ponderou.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade