Clique e assine com até 92% de desconto

Avicultores antecipam descarte e preço do ovo sobe

Por Da Redação 27 dez 2011, 17h02

Por Chico Siqueira

Araçatuba – Avicultores de Bastos (SP) anteciparam o descarte das galinhas poedeiras que passaram do tempo de produção e conseguiram com isso aumentar o preço do ovo no mercado. A caixa com 360 ovos, tipo extra grande, que custava R$ 41 subiu para R$ 47 na semana do Natal, surpreendendo os avicultores. “A gente já esperava uma alta devido a uma bolha do consumo nesta época de Natal, mas a alta foi maior por conta da antecipação dos descartes das aves”, disse Francisco Mitsuo Oura, da Cooperativa Avícola de Bastos.

O município paulista é responsável pela produção de 20% dos ovos consumidos no País. Os avicultores decidiram antecipar para meados de dezembro o descarte de aves que deveriam ser descartadas no final do mês. A iniciativa serviu para não pegar o período de férias coletivas dos frigoríficos, previsto para a semana entre Natal e Ano Novo, e também para se tentar reduzir os prejuízos com a produção – especialmente por conta do alto preço do milho, matéria-prima da ração – e baixo preço do produto.

Com o aumento dos preços, os produtores saíram de um prejuízo de R$ 3 para um lucro de R$ 3 por produção de cada caixa de ovos. Mas a reação, segundo Oura, não deve durar muito. “Depois do final do ano vem a ressaca pós-festas e o consumo deve cair novamente, reduzindo o preço do ovo”, diz. Se isso acontecer, segundo Oura, os avicultores deverão aumentar o ritmo de descarte das aves na tentativa de influenciar no preço dos ovos.

Continua após a publicidade
Publicidade