Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Avianca cancela mais 2.016 voos até o dia 8 de maio

Empresa passa a operar apenas em quatro aeroportos do país: Salvador, Congonhas, Santos Dumont e Brasília

Por da Redação
Atualizado em 4 jun 2024, 16h22 - Publicado em 29 abr 2019, 17h51

A Avianca Brasil, que está em recuperação judicial, anunciou, nesta segunda-feira, 29, o cancelamento de mais 2.016 voos até o dia 8 de maio. Desde o dia 12, quando ocorreu o primeiro anúncio de suspensão de decolagens, a companhia já cancelou mais de 3.800 voos.

Os cancelamentos começaram após a Justiça ordenar a devolução de dezoito aeronaves, por causa de dívidas com empresas de leasing que adquirem os aviões para depois alugá-los às companhias aéreas. Somado a isso, a Avianca também possui dívidas com diversas concessionárias de aeroportos, referentes a taxas de embarque.

Além disso, a companhia aérea passou, a partir desta segunda-feira, a operar em apenas quatro aeroportos: Salvador, Congonhas (São Paulo), Santos Dumont (Rio de Janeiro) e Brasília. Desses, dois são administrados pela Infraero (Santos Dumont e Congonhas) e dois pela iniciativa privada, Salvador (Vinci Airports) e Brasília (Inframerica).

Equipes da Avianca ainda estão presentes em outros aeroportos do país, mas apenas para ajudar na reacomodação de passageiros.

Continua após a publicidade

O que fazer se tem passagem pela Avianca 

A crise financeira da Avianca piora a cada dia. A recomendação do Departamento de Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça e do Procon-SP é que os passageiros que têm voos marcados procurem a companhia e o aeroporto de decolagem e pouso para verificar a situação da viagem e registrar reclamação tanto na própria companhia como nos órgãos de defesa do consumidor.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) afirma que, em caso de atraso, cancelamento de voo e negativa de embarque (preterição), a pessoa que comparecer para embarcar tem direito a assistência material, que envolve comunicação, alimentação e hospedagem. “Essas medidas têm como objetivo minimizar o desconforto dos passageiros enquanto aguardam o voo, atendendo às suas necessidades imediatas”, segundo a agência.

As informações da Avianca estão disponibilizadas pelo site da companhia: https://www.avianca.com.br ou pelo telefone 0800-286-6543. A companhia também tem um canal de SAC pelo TwitterEstá disponível no site da Avianca um link para conferir os voos que não acontecerão. A companhia informa que o consumidor que teve seu voo cancelado deve entrar com o pedido de reembolso no site ou falar com a agência de viagens que lhe vendeu a passagem.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.