Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Arrecadação do governo bate novo recorde em outubro

Montante somou 74,425 bilhões de reais, de acordo com dados da Receita

Por Da Redação - 23 nov 2010, 15h05

A arrecadação de outubro bateu recorde pelo 13º mês seguido e somou 74,425 bilhões de reais, segundo informou nesta terça-feira a Receita Federal. Em relação a outubro de 2009, o crescimento real das receitas – descontada a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA – foi de 2,89%. Na comparação com setembro deste ano, a expansão foi de 16,48%.

O saldo da arrecadação no mês passado ficou dentro das previsões do mercado, que esperava receita entre 70 bilhões de reais e 81,5 bilhões de reais. A mediana das projeções estava em 74,8 bilhões de reais.

No acumulado de janeiro a outubro, a arrecadação totaliza 648,029 bilhões de reais, com crescimento nominal de 17,33% ante o mesmo período de 2009. Em termos reais, o acréscimo foi de 11,87%.

Receitas administradas – O ritmo de crescimento das chamadas receitas administradas pela Receita Federal – que exclui as demais taxas e contribuições cobradas por outros órgãos do governo – perdeu fôlego em outubro. O volume arrecadado desacelerou para um incremento de 3,88% sobre o mesmo mês do ano passado. Em setembro, as receitas administradas apresentavam um ritmo de expansão muito superior, de 18,39%.

Publicidade

O crescimento da arrecadação de outubro é o menor do ano. No acumulado de 2010, as receitas administradas apresentam agora uma alta de 11,23%. Até setembro, o crescimento acumulado era de 12,23%.

(com Agência Estado)

Publicidade