Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após subir 43,5% no ano, preço do leite começa a cair nos supermercados

Com uma queda de 4,15% em agosto. o leite conseguiu segurar a inflação nos preços dos supermercados no mês passado

O leite longa vida anda pesando na compra do supermercado. De janeiro a agosto, o produto acumula uma alta de 43,5% nos supermercados, segundo o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado pela Associação Paulista dos Supermercados (Apas).

A boa notícia é que o preço  do leite começou a cair após disparar depois da greve dos caminhoneiros. A queda foi de 4,15% em agosto.

Segundo a Apas, a queda do preço do leite conseguiu segurar a inflação dos supermercados no mês passado, que teve uma alta de 0,02% frente a julho. No ano, os preços dos supermercados acumulam uma alta de 3,20%.

Também contribuiu para a estabilidade de preços a queda do preço das carnes e hortifrutigranjeiros: 1,53% e 3,80%, respectivamente.

“O preço do leite finalmente caiu, e de forma significativa. Carnes e hortifrutigranjeiros também apresentaram queda. Esses itens têm grande ponderação no cálculo do IPS, pois têm um peso alto na cesta do brasileiro. Por conta disso, o índice geral foi puxado para baixo”, avalia o economista da Apas, Thiago Berka.

Após a greve dos caminhoneiros, chegou a faltar leite integral nos supermercados. A pesquisadora do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, Natália Grigol, disse que isso coincidiu com um período em que já há uma redução da produção.

“É uma época de menos chuva no Sudeste e Centro-Oeste, com menos pastagem de qualidade, o que muda a alimentação do rebanho. Há uma redução da produção”, conta.Em agosto, 13 categorias das 28 analisadas pela Apas tiveram aumento de preço. Um cenário parecido com julho, em que a inflação aumentou em 15 das categorias.