Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Após abrir em alta, BM&FBovespa cai puxada por OGX e siderúrgicas

Bolsa operava em queda de 0,43% às 14 horas desta terça-feira, depois de abrir em alta de mais de 1%

Por Da Redação 16 jul 2013, 14h11

A bolsa de valores de São Paulo abriu em alta de 1,2% nesta terça-feira, porém já operava no vermelho por volta as 14 horas. Pressionado pelas quedas dos papéis da OGX, CSN e Usiminas, o Ibovespa marcava desempenho negativo de 0,17%, aos 46.657 pontos.

As ações da petroleira de Eike Batista eram negociadas a 47 centavos, em queda de 7,8%. Já a CSN caía 3,95%, cotada a 5,83 reais. Na noite de segunda-feira, a agência Reuters divulgou uma notícia afirmando que a siderúrgica de Bernardo Steinbruck havia fechado negócio com a ThyssenKrupp que lhe atribuía o controle de dois terços da CSA. As empresas ainda não confirmaram a informação.

A Usiminas, que tem a CSN como maior acionista, também era penalizada na tarde desta terça, com queda de 3,58%, negociada a 3,58 reais.

Dólar – Após cair 1,88% na sessão de segunda-feira e encerrar cotada a 2,23 reais, a moeda americana voltou a subir nesta terça-feira. Às 14 horas, o dólar era negociado a 2,245 reais, em alta de 0,96%.

Continua após a publicidade
Publicidade