Clique e assine a partir de 8,90/mês

Apetite da Lenovo por aquisição vai além de IBM e Motorola Mobility

Valor combinado dos negócios ultrapassou US$ 5 bilhões, mas empresa chinesa não descarta novas compras no curto prazo

Por Da Redação - 22 Maio 2014, 19h37

A fabricante de computadores chinesa Lenovo está aberta a novos negócios e pode financiar outra aquisição bilionária, disse Wong Wai Ming, diretor financeiro da empresa. A companhia está perto de concluir duas grandes aquisições nos Estados Unidos, cujo valor combinado chega a 5,21 bilhões de dólares.

“Se for um negócio de 10 bilhões de dólares, está fora do nosso alcance, mas se for um negócio de 1 bilhão de dólares, financeiramente podemos fazer”, disse Wong. “Fusões é como um relacionamento. Se a oportunidade correta aparece e você não demonstra interesse, ele ou ela se aproximarão de outra pessoa.”

Leia também:

Lenovo compra unidade da IBM por US$ 2,3 bilhões

Lenovo compra CCE e busca liderança em PCs no Brasil

Motorola lança primeiro smartphone da era Lenovo

Continua após a publicidade

A Lenovo espera concluir a compra da operação de celulares do Google, Motorola Mobility, e do negócio de servidores de computador de pequeno porte da International Business Machine (IBM). Ambos os negócios aguardam a aprovação de autoridades regulatórias americanas. A Lenovo prevê que ambos sejam aprovados até o fim do ano.

Segundo o executivo, tanto o Google como a IBM queriam vender seus ativos, e a Lenovo não foi o única a falar com eles. “Você não pode ir ao Google e dizer: ‘me dê seis meses’. Se a Lenovo não comprasse a Motorola Mobility, alguém teria comprado, e então a Lenovo teria que lidar com mais um grande concorrente no mercado global de smartphones”, disse Wong.

Leia mais:

Motorola é nossa nova IBM, diz executivo da Lenovo

Lenovo quer repetir com celular receita de sucesso de PCs

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade