Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Apesar de más notícias, euro cai levemente ante moedas

Por Renato Martins

Nova York – O euro teve um leve recuo frente ao dólar e continuou a cair diante do iene. Apesar da nova retração, a moeda europeia mostrou-se capaz de resistir à nova rodada de notícias negativas nesta terça-feira.

No fim da manhã em Nova York, o euro caiu à mínima de US$ 1,2441, em reação a informes de que a chanceler alemã, Angela Merkel, teria declarado que nunca permitiria o compartilhamento de dívida pelos países da zona do euro na forma de emissões de bônus comuns. O euro recuperou terreno quando ficou esclarecido de que se tratavam de declarações atribuídas a Merkel por terceiros.

No meio da tarde, a agência de classificação de crédito Egan-Jones rebaixou o rating da Alemanha de AA- para A+, colocando o euro novamente sob pressão; depois de um recuo momentâneo, a moeda europeia voltou a subir para o nível de US$ 1,25.

Segundo o estrategista Geoffrey Yu, do UBS, os investidores incorporaram o fato de que o encontro de cúpula europeu desta semana será uma decepção. Para Alan Ruskin, estrategista de câmbio do Deutsche Bank em Nova York, “o mercado vai para a cúpula com expectativas tão baixas que poderá ser surpreendido positivamente, e poderemos ver o euro mais firme no fim desta semana”.

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,2492, de US$ 1,2504 no fim da tarde de segunda-feira; frente ao iene, o euro estava cotado a 99,35 ienes, de 99,61 ienes no dia anterior. O iene estava cotado a 79,51 por dólar, de 79,65 por dólar na véspera; o franco suíço estava cotado a 0,9612 por dólar, de 0,9605 por dólar na segunda-feira; a libra estava cotada a US$ 1,5643, de US$ 1,5574 na sessão anterior. As informações são da Dow Jones.