Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Anef aponta aumento da inadimplência de veículos

Por AE

São Paulo – A inadimplência das operações de Crédito Direto ao Consumidor (CDC) de veículos, ou seja, das dívidas sem pagamento por mais de 90 dias, chegou a 5,7% em março – uma alta de 0,2 ponto porcentual em comparação com fevereiro e quase o dobro da inadimplência de 3% registrada em março de 2011, segundo a Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef).

Segundo a entidade, as novas exigências para a concessão de crédito, como entrada maior para o financiamento de um veículo ou de um parcelamento mais curto, devem reduzir o porcentual de inadimplentes a partir de agora.

O crédito para o financiamento de veículos, com operações de CDC e também em leasing, fechou março em R$ 201,3 bilhões, alta de 0,2% sobre fevereiro e de 6% em comparação com março de 2011. De acordo com a Anef, ao final do primeiro trimestre de 2012, a taxa de juros estava em 1,98% ao mês, sendo que em março de 2011 era de 2,2% ao mês.

Nos novos contratos, os planos de financiamento são, em média, de 41 meses e, no máximo, de 60 meses. Ainda de acordo com a Anef, o saldo de crédito para aquisição de veículos em março correspondia a 4,8% do PIB nacional (estimado em R$ 4,2 trilhões), frente a 4,9% no mesmo período de 2011. Representava 9,7% do total do crédito do Sistema Financeiro Nacional e 30,3% do total do crédito destinado às pessoas físicas.