Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aneel autoriza Eletrobras a assumir controle da Celg

Transferência deverá ocorrer em até 120 dias. Eletrobras deverá comprar cerca de 51% das ações da distribuidora

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira uma resolução autorizando a transferência do controle societário direto da Celg Distribuição para a Eletrobras. A agência já havia concordado com a operação em sua reunião de 25 de março.

A Eletrobras deverá comprar, no mínimo, 50,88% e, no máximo, 51% das ações da Celg. A transferência deve ser implementada em até 120 dias, segundo a resolução do órgão regulador. A CelgPar e a Eletrobras precisarão enviar à Aneel as cópias dos documentos da operação em até 30 dias, a contar da data de sua efetivação.

Leia também:

Eletrobras tem o menor investimento para o 1º bimestre desde 2010

S&P rebaixa nota de crédito de Petrobras e Eletrobras

Em dois anos, Eletrobrás perdeu R$ 19 bilhões na Bolsa

A incorporação pela Eletrobras da Celg Distribuidora foi anunciada em janeiro. Em grave situação financeira há pelo menos quatro anos, a empresa, mantida pelo governo do Estado de Goiás, vem tendo sua “federalização” discutida na Eletrobras e no Ministério de Minas e Energia desde o início de 2012. Até então o Estado de Goiás possuía 99,70% de participação na Celg Distribuidora. Agora, a empresa está em regime de gestão compartilhada com a Eletrobras. Ela atende a cerca 2,4 milhões de consumidores em 237 municípios de Goiás e é uma das maiores do país.

Com a aquisição, a Eletrobras passa a contar com sete companhias de distribuição – do Piauí, de Roraima, do Acre, de Rondônia, do Amazonas, e do Alagoas, além da recém-incorporada de Goiás. Em todos os casos, as companhias eram originalmente administradas pelos governos estaduais, que sofriam com problemas financeiros.

(com Estadão Conteúdo)