Clique e assine a partir de 8,90/mês

América Móvil deve investir R$ 10 bi no Brasil em 2015

Empresa do magnata mexicano Carlos Slim espera manter no ano que vem os aportes feitos no país em 2014

Por Da Redação - 29 out 2014, 11h40

A América Móvil, que controla a Claro, deve investir cerca de 10 bilhões de reais no Brasil no ano que vem, segundo Carlos Zenteno, presidente da operadora telefônica no Brasil. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o empresário afirmou que os valores ainda não estão “totalmente fechados”, mas a matriz mexicana já sinalizou que manterá no ano que vem os aportes feitos este ano (também estimados em 10 bilhões de reais). “Olhamos o Brasil como investimento de longo prazo”, disse Zenteno.

Os recursos serão destinados especialmente para as áreas de infraestrutura e tecnologia de todas as empresas do grupo: Claro, NET e Embratel. Em 2014, os 10 bilhões de reais investidos pela América Móvil foram voltados à infraestrutura, reposicionamento de marca e melhoria de serviços. Esse valor exclui a compra do primeiro lote da faixa de 700 megahertz (MHz) do 4G, de cerca de 2 bilhões de reais.

A América Móvil está em processo de unificação no Brasil, previsto para ocorrer até o fim deste ano. Isso não significa, no entanto, que Claro Embratel e NET vão se unir. O objetivo da estratégia é simplificar a estrutura organizacional e reduzir custos.

Leia mais:

Sem disputa, Claro arremata 1º lote do leilão de 4G com ágio de apenas 1%

Oi quer se unir a Claro e Vivo para comprar a TIM

TIM – Ainda segundo Zenteno, a América Móvil está acompanhando com lupa o processo de consolidação do setor de telecomunicações no Brasil. Segundo ele, as conversas entre o grupo para uma possível compra da TIM Brasil, controlada pela Telecom Itália, em parceria com a Oi e Telefônica, dona da Vivo, estão concentradas no México. Sem dar detalhes, o executivo também confirmou que foi procurado pelo banco BTG Pactual, contratado no fim de agosto pela Oi para encontrar alternativas de consolidação.

Continua após a publicidade
Publicidade