Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alunos recebem cenouras como brinde de Páscoa em escolas no Rio

Alimento foi distribuído pela prefeitura após compra em excesso, junto com uma receita de bolo; moradores criticaram a decisão

A distribuição de cenouras às vésperas da Páscoa para alunos da rede municipal de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, provocou polêmica nas redes sociais. No lugar de ovos de chocolate, os estudantes receberam uma embalagem com o legume e uma receita de bolo.

O maior problema é que a intenção não era substituir o chocolate por um alimento mais saudável. A prefeitura da cidade diz que o alimento foi dado às crianças para evitar desperdício após uma compra realizada em quantidade errada.

Nas redes sociais, a inciativa foi alvo de críticas dos moradores da cidade. “O presente para as crianças, cenoura! Tá de sacanagem!”, disse Jair Negrão no Facebook, ao postar a foto com o vegetal. “Minha prima virou coelha agora”, disse Taciane Bittencourt, que postou imagem de sua parente com a cenoura recebida.

O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação em Duque de Caxias afirmou que houve uma compra em excesso de cenouras, normalmente usadas na alimentação dos alunos. E que, então, teria decidido pela distribuição como “brinde” de Páscoa. Para Marcos Lord, diretor do sindicato, essa seria apenas uma forma de mascarar um problema mais sério.

“Como a prefeitura não tem gestão para fazer acompanhamento correto da compra? Essa compra em excesso já mostra um problema de gestão. O município ainda não concluiu a folha de pagamento de fevereiro, pagou apenas 30% dos aposentados, não tem uma previsão para o pagamento do 13º salário e tem cooperativados com salários em atraso. Estamos perto da Páscoa e a folha de pagamento de fevereiro ainda não foi concluída e não há data definida para o recebimento”, disse Lord.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação de Duque de Caxias explicou que houve um equívoco no pedido feito pela nutricionista responsável à agricultura familiar. Ela foi afastada do cargo. A pasta reforçou que não houve prejuízo financeiro. Para evitar o desperdício do alimento, a secretaria, em conjunto com o Conselho de Alimentação Municipal, optou pela distribuição das cenouras às crianças.

A secretaria lamentou o ocorrido, mas disse que todos os alimentos estavam aptos para o consumo. A Prefeitura de Duque de Caxias disse que vai abrir sindicância para apurar a compra do legume em excesso.

 

 

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fernando Mello

    É impressionante como essas decisões passam por várias pessoas e mesmo assim acabam acontecendo…como disse um internauta acima, só podem estar de sacanagem

    Curtir