Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alimentos e vestuário pressionam inflação em SP

A inflação ao consumidor em São Paulo acelerou mais que o esperado em meados do mês, pressionada por maiores preços de todos os grupos medidos, com destaque para alimentos e transportes.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) teve alta de 0,96 por cento na segunda quadrissemana de outubro, ante 0,76% na primeira, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta terça-feira.

Analistas consultados pela Reuters previam leitura de 0,86%, de acordo com a mediana de 10 respostas que variaram de 0,80% a 0,91%.

Os preços do grupo Alimentação subiram 2,79% agora, ante 2,24 %. Os de Transportes avançaram 0,51% na segunda quadrissemana, contra 0,24% na primeira.

Os custos de Vestuário registraram elevação de 0,42%, comparado a 0,31% antes. Os de Saúde aumentaram a alta para 0,30%, contra 0,19%.

(Com Reuters)