Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ajustado, saldo de emprego cai a 67,1 mil, calcula Fator

Por Flavio Leonel

São Paulo – O saldo líquido de postos formais de trabalho criados no País caiu de 71,6 mil, em maio, para 67,1 mil em junho, já descontados os efeitos sazonais, de acordo com cálculos realizados pelo Banco Fator. As contas da equipe de analistas da instituição foram feitas após o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) anunciar nesta segunda-feira que o resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do mês passado apontou um saldo líquido de empregos criados com carteira assinada no Brasil de 120.440 vagas, sem ajuste sazonal.

O resultado, sem o ajuste, veio abaixo das estimativas coletadas pelo AE Projeções com instituições do mercado financeiro. O grupo consultado pelo serviço especializado da Agência Estado projetava um saldo de 125 mil a 166 mil novos postos de trabalho para junho. Com base neste intervalo, a mediana das previsões ficou em 139.500 vagas.

Os números dessazonalizados não são divulgados pelo MTE. Costumam ser calculados pelas instituições do mercado financeiro e podem alcançar níveis diferentes, dependendo da conta de cada economista.