Clique e assine a partir de 9,90/mês

Airbus é investigada por corrupção no Reino Unido

Denúncias envolvem consultores terceirizados da fabricante francesa de aeronaves; inquérito do britânico Serious Fraud Office foi aberto em julho

Por Felipe Machado - 7 ago 2016, 20h18

O Reino Unido abriu em julho uma investigação criminal por suspeitas de corrupção, pagamento de propina e fraude envolvendo a fabricante de aeronaves francesa Airbus. O processo foi aberto pelo Serious Fraud Office (Escritório de Fraudes Graves, em tradução livre), pertencente ao governo britânico. O órgão é parte do sistema judiciário do Reino Unido e investiga casos que considera de alta complexidade, concentrando-se em denúncias que possam causar grande impacto, como aquelas envolvendo grandes prejuízos ou novas modalidades de fraude, por exemplo. As suspeitas contra a Airbus envolvem consultores terceirizados da empresa, disse o SFO em nota à reportagem de VEJA.

Leia também:
Voar está em alta
Executivos introvertidos costumam se sair melhor que ‘estrelas’

A Airbus confirmou, por meio de um comunicado, a abertura da investigação e disse que “vai cooperar com o SFO”, segundo informações da agência de notícias France-Presse. A empesa francesa é uma das líderes na produção de aviões comerciais, ao lado da americana Boeing, e faturou 64 bilhões de euros em 2015.

 

Publicidade