Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aérea de baixo custo vai vender voo entre Rio e Londres por R$ 1.200

Rota da Norwegian Air será inaugurada em 31 de março de 2019 e terá quatro voos semanais

A empresa aérea de baixo custo Norwegian Air lançou, nesta terça-feira 27 um novo itinerário entre Rio de Janeiro e Londres, na Inglaterra. A estimativa da companhia é que o trecho custe 1.200 reais. A nova rota disponibiliza 70 mil assentos por ano.

A rota será inaugurada em 31 de março de 2019 e terá quatro voos semanais, às segundas, às quartas, às sextas e aos domingos. “A conveniência dos horários de voos também proporcionará aos clientes noruegueses a oportunidade de se conectarem facilmente ao serviço Londres-Rio de Janeiro, usando a rede de voos europeus de curta distância da companhia aérea”, diz a empresa em nota.

Segundo a empresa, os trajetos serão feitos com aeronaves Boeing 787-9 Dreamliner, com capacidade de até 344 assentos. A empresa é considerada uma aérea de baixo custo.

No portal da companhia aérea, já é possível encontrar voos para a capital britânica. Até ontem, só era possível ir para Londres em uma viagem sem paradas pela British Airways. Mas, diferentemente da empresa britânica, os voos para Londres pousam no aeroporto de Gatwick, e não no Heathrow – o maior da cidade.

A nova rota faz parte da estratégia da empresa em investir em rotas na América do Sul. A empresa já possui uma rota entre Londres e Bueno Aires e aumentará a frequência de quatro voos semanais para sete. Além disso, a companhia vai operar voos domésticos na Argentina, entre a capital e as cidades de Mendoza e Córdoba.

“Nós estamos construindo nossa rede de crescimento global a partir do lançamento de voos mais baratos desde o Reino Unido para o Brasil e tornando a América do Sul acessível a mais consumidores”, disse Bjorn Kjos, CEO da companhia, ao site Business Traveller.

Cobranças adicionais

Na Argentina, onde mantém operações, a aérea consegue ofertar passagens aéreas por preços até 40% menores. Em contrapartida, ela cobra tarifas de bagagem despachada e alimentação, como as empresas brasileiras já fazem também.

Os serviços opcionais são cobrados aos passageiros com bilhete aéreo LowFare, o mais barato. Em voos de larga distância, os passageiros só conseguem levar gratuitamente uma mala de mão de até 10 kg. Se quiser despachar bagagem, reservar assento ou fazer refeições a bordo, o cliente deve pagar.

A aérea cobra a partir de 45 dólares por mala de 20 kg – o preço faz referência ao voo direto entre Londres e Buenos Aires, mas pode variar de acordo com a temporada (alta ou baixa), rota e quantidade de bagagens. Duas malas, por exemplo, saem por 70 dólares.

Em voos de longa distância, a Norwegian oferece aos passageiros LowFare a opção do menu Economy – só é possível encomendar a refeição antecipadamente, ao menos 72 horas antes da partida. O custo é de 45 dólares por pessoa em cada trecho.