Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ações do Facebook caem mais de 4% após anúncio de Zuckerberg

Papéis fecharam o pregão com queda de 4,47% na bolsa de Nova York; rede social anunciou que vai restringir publicações de marcas e da mídia

As ações do Facebook caíram 4,47% na bolsa de Nova York após o anúncio de que a rede social vai restringir publicações de marcas e de veículos de comunicação. A novidade foi compartilhada pelo CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, na noite de quinta-feira. Na Bovespa, as ações da empresa fecharam o pregão com queda de 4,71%.

Segundo Zuckerberg, a intenção da mudança é dar aos usuários mais espaço a postagens feitas por amigos e familiares na linha do tempo.

A priorização já era crescente na rede social, mas será intensificada ao longo dos próximos meses. Para o criador do Facebook, conteúdos públicos feitos por negócios ou pela mídia têm “tumultuado os momentos pessoais que nos levam à conexão com outras pessoas”.

“Ao fazer essas mudanças, imagino que o tempo gasto pelas pessoas no Facebook e algumas outras métricas caiam. Mas também espero que o tempo que você passa no Facebook vai ser mais bem aproveitado”, escreveu Zuckerberg.