Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Abramat reduz previsão de crescimento em 2011

Por Fabiana Holtz

São Paulo – Em razão do cenário econômico menos favorável, a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) decidiu reduzir a previsão de crescimento nas vendas neste ano para 4%. Essa é a terceira revisão feita pela Abramat em 2011, que no início estimava alta de 9% para as vendas. Em meados do ano a expectativa foi revisada para 7% e meses atrás, para 5%.

Segundo o presidente da entidade, Walter Cover, as medidas de contenção ao crédito contribuíram significativamente para a desaceleração nas vendas observada ao longo deste ano.

No estudo sobre a cadeia produtiva, apresentado hoje pela Abramat em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), os números mostram que as importações também assumiram nova dimensão para o setor em 2010.

As importações atingiram novo recorde histórico no ano passado, superando os níveis pré-crise em quase 30%, somando US$ 6 bilhões. As exportações, por sua vez, atingiram US$ 4,3 bilhões no mesmo período, resultando em um déficit comercial de US$ 1,6 bilhão. Em 2011, a balança comercial do setor deve apresentar déficit de US$ 2 bilhões, acrescentou Cover durante apresentação sobre o estudo da cadeia.