Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

SAFs podem captar dinheiro via IPO, fundos, debêntures-fut e crowdfunding

CVM publica parecer com orientações para sociedades anônimas de futebol acessarem o mercado de capitais

Por Nicholas Shores Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 13 Maio 2024, 22h40 - Publicado em 21 ago 2023, 16h30

A CVM publicou nesta segunda-feira um parecer com orientações para as SAFs (sociedades anônimas de futebol) acessarem o mercado de capitais. Entre as possibilidades para clubes com esse modelo de gestão captarem recursos estão IPOs, debêntures-fut, crowdfunding de investimento, fundos de investimento e securitização.

Hoje, seis dos vinte clubes da série A do Campeonato Brasileiro são SAFs: Bahia, Botafogo, Cruzeiro, Cuiabá, Red Bull Bragantino e Vasco.

Há uma série de vedações no documento da CVM. Uma delas, para enfrentar possíveis conflitos de interesse, impede investidores que detiverem ações em mais de uma SAF, com ao menos 10% do capital votante de alguma delas, de exercer direito a voz ou voto nas assembleias gerais dessas empresas.

“Independentemente do mecanismo utilizado pela SAF para apelo à poupança popular, um aspecto a ser ressaltado em ofertas públicas de distribuição de valores mobiliários por ela emitidos é seu potencial único de, a um só tempo, reunir o interesse de (i) investidores do mercado de capitais com diferentes perfis e níveis de conhecimento e (ii) torcedores, que eventualmente poderão deixar-se influenciar pela paixão por seu time de coração – afastando a racionalidade da tomada de decisão de investimento”, alerta a autarquia.

Devido a esse elemento passional, a CVM orienta as SAFs a sempre descrever os fatores de risco das ofertas e dos emissores em linguagem “clara, concisa, objetiva e balanceada na ênfase a informações positivas e negativas, de modo a auxiliar investidores a formar criteriosamente sua decisão de investimento”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.