Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Econômico Por Victor Irajá Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich

Senadores forçam abertura de CPI da Covid-19 contra o governo federal

Novo presidente da Casa já tem em mãos pedido de abertura

Por Machado da Costa, Josette Goulart Atualizado em 4 fev 2021, 13h17 - Publicado em 4 fev 2021, 13h13

Senadores, capitaneados por Randolfe Rodrigues (Rede-AP), protocolaram, nesta quinta-feira, 4, o pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar eventuais crimes que possam ter sido cometidos pelo governo federal durante a pandemia de Covid-19. Na justificativa dos senadores, dois fatos foram realçados: o parco apoio do governo para o desenvolvimento de uma vacina, principalmente da CoronaVac, e a crise da falta de oxigênio hospitalar em Manaus (AM), uma vez que o Ministério da Saúde foi avisado do quadro crítico quatro dias antes de acabar o insumo.

O ato que determinará a abertura da CPI já está nas mãos do novo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Como os senadores alcançaram as 27 assinaturas suficientes — 29 assinaram no total —, os requisitos legais para abrir a investigação já foram alcançados, contudo, há juristas que discordam que o ato é automático. Assim, Pacheco pode ter que levar ao Plenário a decisão de abrir a CPI, segundo informação repassada por juristas ao Radar Econômico.

Dois nomes que assinaram o pedido chamam atenção: Renan Calheiros (MDB-AL) e Eduardo Braga (MDB-AM). Braga é líder do MDB no Senado. O MDB, por sua vez, abriga dois senadores que são líderes do governo na Casa — Fernando Bezerra (MDB-PE) — e no Congresso — Eduardo Gomes (MDB-TO).

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)