Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Victor Irajá
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Lira cruza os braços para o imbróglio da folha e passa a bola ao governo

Aliados veem presidente da Câmara indisposto a propor uma solução ao tema

Por Felipe Erlich
8 fev 2024, 11h27

A articulação do governo federal para reonerar a folha de salários segue falhando aos olhos do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Segundo uma pessoa próxima de Lira, ele não teria mais nada para dizer ao governo, já que tudo que pensa já foi exposto em seu discurso na abertura do ano legislativo, na segunda-feira, 5, quando frisou que a matéria tem que ser acordada entre o Executivo e o Congresso — uma realidade distante. O presidente da Câmara afirmou que o governo precisa respeitar as decisões do Congresso e ser fiel no cumprimento de acordos firmados. Nesse sentido, a desoneração da folha, considerada uma conquista por Lira, não poderia “retroceder” sem uma “ampla discussão” entre governo e Congresso.

Siga o Radar Econômico no Twitter

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.