Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Econômico Por Victor Irajá Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich

Governo propõe gastar todo dinheiro da Eletrobras com proposta eleitoreira

Ministro Paulo Guedes diz que serão usadas receitas extraordinárias para pagar compensação dos Estados com perda de ICMS

Por Josette Goulart 6 jun 2022, 22h29

O ministro Paulo Guedes disse, durante o pronunciamento do anúncio da Proposta de Emenda à Constituição para reduzir o preço dos combustíveis, que estão para entrar receitas extraordinárias que vão ajudar a pagar a diferença de ICMS que está na proposta. A conta do próprio Guedes é de que seriam necessários entre 25 bilhões de reais e 50 bilhões de reais, mas ele não específica quais seriam as tais receitas extraordinárias. De extraordinário, o que está previsto para entrar no caixa do Tesouro neste ano é o dinheiro da venda da Eletrobras, quando o governo estima angariar uns 30 bilhões de reais. Ou seja, o governo vai torrar o dinheiro da Eletrobras com uma proposta eleitoreira que vai durar seis meses. De qualquer forma, a proposta precisa ser aprovada no Congresso. E ainda é preciso saber se não é apenas um jogo de cena eleitoral para Bolsonaro dizer que mais uma vez tentou baixar os preços dos combustíveis e mais uma vez não deixaram. 

*Quer receber alerta da publicação das notas do Radar Econômico? Siga-nos pelo Twitter e acione o sininho.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)