Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Econômico Por Victor Irajá (interino) Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

FMI: mundo precisa de US$ 50 bi para dividir vacina e acabar com pandemia

Política pandêmica é política econômica, diz o Fundo Monetário Internacional

Por Josette Goulart 21 Maio 2021, 10h51

O Fundo Monetário Internacional (FMI) publicou nesta sexta-feira, 21, a sua “proposta para acabar com a pandemia da Covid” no mundo, conclamando os países ricos a fazer um financiamento global de vacinas para  permitir que as economias voltem a crescer. A proposta passa pela vacinação mundial em massa para que 40% da população do mundo esteja vacinada até o fim de 2021 e esse percentual chegue a 60% até o fim do primeiro semestre de 2022. Para vacinar toda essa população, serão necessários, segundo o FMI, 50 bilhões de dólares, dos quais 22 bilhões de dólares já foram doados pelos países do G20 ao consórcio de vacinas. O FMI diz que a distribuição global de vacinas é fundamental para a estabilidade macroeconômica e financeira global. “É bem sabido que não pode haver um fim duradouro para a crise econômica sem um fim para a crise da saúde. Política pandêmica é, portanto, política econômica.”

Os números até agora são muito díspares. Até o fim de abril, menos de 2% da população da África havia sido vacinada. Em contraste, mais de 40% da população dos Estados Unidos e mais de 20% da Europa receberam pelo menos uma dose da vacina.

Para argumentar que os países devem doar vacinas e financiar a vacinação mundial, o FMI faz uma conta simples: “salvar vidas e meios de subsistência não precisa de justificativa, mas um fim mais rápido para a pandemia também poderia injetar o equivalente a US $ 9 trilhões na economia global até 2025 devido a uma retomada mais rápida da atividade econômica. As economias avançadas, provavelmente as que mais gastariam nesse esforço, veriam o maior retorno sobre o investimento público da história moderna – capturando 40% dos US $ 9 trilhões acumulados em ganhos do PIB global e cerca de US $ 1 trilhão em receitas fiscais adicionais.:


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)